04 dezembro 2006

Socorro!


Este é o farol Fontes Pereira de Mello, ou popularmente Farol de Boi. Esta magestosa obra foi edificada no sec. XIX. Está lá (ainda), ali na Pontinha de Janela, suplicando aos deuses que lhe estendem uma mãozinha, que cuidem dele porque nos homens já não acredita. Está lá, perscrutando o Atlântico, esse oceano que tanto iluminou para que os navios não conhecessem contratempos enquanto sulcavam os mares rumo às sete partidas. Está lá, degradado, a cair de podre, porque... já passou a história.

(foto BCN - feito em 2002, por isso já lá vão mais 4 anos de degradação) _______________________________________

_______________________________________

Ilhéu dos Bois

Mesmo abaixo do Farol de Boi está este pequeno ilhéu, que também é de Boi. São dois símbolos da ilha que, bem pertinho um do outro, partilham de tudo: testemunham histórias de uma comunidade sofrida (Janela), as lendas, a maresia, enfim partilham até o Boi que lhes serve de alcunha. Companheiro inseparável do farol, o Ilhéu dos Bois confere outra beleza à vista que, à partir do farol, se tem da costa norte da ilha.

3 comentários:

Anónimo disse...

Olá,
Cá estou eu de novo, uma santantonense como tu... gosto de ler os artigos do teu blog e tens trazido curiosidades interessantes. Continua... só mais uma pequena correcção. Acho que a palavra "testemulham" não existe.Será testemunhar?..

Anónimo disse...

peço desculpas ao sr anónimo, mas de todas as correcções já fez, ainda não se viu nada d errado. a palavra é testemunham e está bem escrita (sem l). outra correcção que fez foi vicinais, e também constata-se que a palavra está bem escrita. De qualquer forma percebeu os artigos independente do português e se os reler, vai ver que se enganou.

BCN disse...

Devo dizer que realmente havia estas duas "gralhas" e as emendei após ler tais comentários.
De qualquer forma muito obrigado a todos e espero que continuem a visitar este "quéntin", fazendo críticas e apontando sugestões.
Bem haja a todos