19 julho 2008

Burro na grelha

O burro sempre fez parte do quotidiano do camponês caboverdiano. De uma utilidade extrema, este animal revelou ser, ao longo dos tempos, um grande aliado dos habitantes das ilhas mais rurais de Cabo Verde, sobretudo como meio de trasnporte (de cargas como pasto, géneros alimentícios, cimento, areia, água, pessoas etc.)

Para se ter ideia da importância do elmara, há alguns anos este animal foi alvo de uma das propostas mais inusitadas vindas da classe política nacional. Um aspirante a autarquia da Boa Vista falou na possibilidade de exportar burro da Ilha das Dunas para outras paragens (Europa? América?)

Agora, os tempos são outros... a conjuntura é outra. Tud cosa já sbi, transportá gente ta cór, quanto mais burro. Mas não é que a proposta do então candidato pode vir a ganhar sentido. Já que burro agora ti ta bai pa grelha, quem sabe venha a surgir outras ideias, digamos mais requintadas, tipo: exportar burro... ENLATADO.

Este bla blá "asnento", diga-se, me ocorreu a propósito de um post de uma cabrera. A não perder Confira aqui.

5 comentários:

Paulino Dias disse...

Caramba, Benvindo, o texto da Cabrera arrepia hein... Eu, por ca, fico com o meu franguinho. E nem quero saber o que eh que ele andou a comer, viu?

Bom apetite para o almoco, eh eh eh!

Paulino

Benvindo Neves disse...

Também eu, Paulino, Também eu prefiro o frango mesmo sabendo que de certo não comeu só palha.

se o texto arrepia, imagina as fotografias da cena que a Cabrera me mostrou, rapaz. Só que essas não publicou, por razões... obvias(?)

Kel abraço (apetite já bé)

ary cabrera disse...

oh benvindo tma cuidod que qq des dia mta livob burr enlatod pa bu fazé spaguet ou grão cu burr enves de atum.
mas fla bu amig pal ca arrepia pamod es moda bem la de buces terra.
quanto ao franguinho ami mca cre pamod djom ca podé cme frong mas, djom anfastia, na bubista gent dnorte ta cme galinha dmas. talves por isso k no vra ta cme burr. bu sabé, cme ques mesmo cosa ta anfastia.
mas ca bu preocupa que ora kbu ta ba almoça bu ca ta otcha perna de burr na prot.

Valdevino Bronze disse...

Ha pois eh répez!
M uvi d'zé ké k'môa de ôlmeoce de kérre de burre ê moiédin! N'né mut aconselhavel por exemplo p'us srs diputad...Imeginá um "Djodje Santos" la te dá keje sôk "d'rriba da mêsa" - Sr. Primer Demenistre, ocê ê mut m'txirin...ocê permeté pove bonança e gôra eté mi m tem k'mê nó burre! OPS,oiá prové disse...m te k prison de vent k molhe!
PM: Desculpe!
Djodje: Jam xujá nhem méme ah!
hiiii...
Soré Bava!

Valdevino Bronze disse...

m'txerkirin k'm kris dzé Bava... lol