19 abril 2008

Dia dos monumentos e sítios - um olhar diferente

Ontem era dia dos monumentos e sítios. Há dois anos, por esta ocasião, lançava um olhar sobre Alcatraz. Este ano fui até o meu sinta10 escolher a estrada Porto Novo-Ribeira Grande. Para mim a obra é um autêntico monumento edificado por dezenas de herois anónimos que, de cordas amarradas à cintura iam escrepando rochas, pondo a vida em risco. Até ainda custa-me entender como esses herois, que não tiveram direito à bustos, conseguiram abrir o Delguédin

7 comentários:

hiena disse...

moss! Delguedin era um de nhas maior medo,quando um tava ba pa Sintaton, depois com Tempo, e que rota de grogue tava passa la,um teve que passà ess medo!

Benvindo Neves disse...

Pois é, Hiena!
Agora imaginá bo lá espundród na corda que martelo de compressor te cortá rotcha cima nos pais e avós...
um abraço

Paulino Dias disse...

Benvindo, como diria o Vavá, bem dzide!!! Aquela estrada é dveras uma verdadeira obra prima... E para que ainda quiser apreciar toda a sua poesia experimente andar naquela estrada numa noite de lua cheia...

Bôltchor Dô Cruz Pólina (Conjudi pudér Déuxe) disse...

è dvera benvass..isse te demonstrá k dvera nos no n de m'já ne nhême....diazá mine dinha escrivid ma bo tembé bo n de fka pe trés..abraço

Benvindo Neves disse...

Paulino, ainda não tive o privilégio de experimentar isso, mas imagino a sensação de ver o luar a inundar as montanhas e os profundos vales, por entre os eucaliptos

Boltchor, dvera no'n de mjá nem né nhém, ne n'altura. Nunca no tive vertija, dzê lá

Abraço

Valdevino Bronze disse...

hahaha . . . esse ê um golpe boxe.
Boltchor

Anónimo disse...

Olá Benvindo,
Tens razão, estrada de delguédim, de curzinha, de Ponta de Sol, de Fontainhas devia ser considerod património nacional...
Fca dret.
Mnininha de Sentonton